sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz 2012!!!

Olá!!!

Ultimo dia de 2011, ultimo post do ano! Dia de festejar, meditar, recordar e avaliar! Muitas pessoas hoje param por alguns minutos pra avaliar o ano que está acabando, tudo que fizeram e o que não fizeram e agradecem (coisa que devem fazer todos os dias antes ates de dormir)
Mas enfim, estou aqui para desejar a todos um ano novo marailhoso, que todos nós só temos a agradecer a Deus por ter passado mais um ano, mesmo com decepções e tristezas que são inevitáveis, mas também com alegrias, vitórias, sáude e muito aprendizado! E é esse aprendizado que devemos levar para o próximo ano, e que precisamos tentar fazer sempre o melhor, não só para si mesmo, mas pensar no próximo também! E agradecer, por tudo que acontecer na nossa vida, porque tudo tem um propósito, tudo tem um porquê de acontecer, o importante é não se abater e seguir em frente!

Deixo aqui meu agradecimento a Deus por tudo que Ele me proporcionou esse ano, e olha que não foram poucas coisas, entre boas e não tão boas, mas sei que tirei uma lição de cada momento! E é com essa musica linda, que escuto desde que me considero gente lá na casa de meus pais na virada do ano, que termino esse ano maravilhoso de 2011!

PS. Não olhem o video, sinta a música!

Faço minhas, as palavras de Carlos Drumonnd de Andrade:

Para você ganhar belissimo Ano Novo cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com o tempo todo já vivido (mal vivido talvez ou sem sentido) para você ganhar um ano não apenas pintado de novo, remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser, novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior) novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come, se passeia, se ama, se compreende, se trabalha, você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita, não precisa expedir nem receber mensagens (planta recebe mensagens? passa telegramas?)
Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependimento pelas besteiras consumadas nem parvamente acreditar que por decreto da esperança a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade, recompensa, justiça entre os homens e as nações, liberdade com cheiro e gosto de pão matinal, direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo que mereça este nome, você meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre.

Beijos e até 2012!!!

0 deixe seu comentário!:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário! Volte sempre!