domingo, 2 de fevereiro de 2014

A última consulta


Por varias vezes vim aqui pra tentar atualizar o blog, mas começava e dava vontade de parar. Mas tenho que contar como foi minha ultima consulta com o GO do plano. Depois de duas tentativas frustradas para conseguir consultar, porque ela sempre estava saindo para uma "DesneCesaria", consegui minha vaga no dia 24 de janeiro.   

Eu estava animada para essa consulta, estava com tudo na ponta da língua, com meu plano de parto em mãos para mostrar e discutir sobre meus propósitos. Só que nada foi como eu imaginei e uma palavra define aquele monologo: frustração

Sabe hoje analisando aquele episodio, acho que no fundo eu esperava por aquilo, eu sempre tive aquele sentimento de pé atras toda vez que saia daquela salinha, quado eu comentava sobre querer parto normal e ele caladinho ficava...

Mas boba eu fui, hoje eu sei, em ter insistido em continuar com o GO do plano. Vamos aos fatos. Cheguei a primeira coisa foi mostrar meus exames, comentou sobre uma leve anemia que eu estava e me passou Noripurum para combater. Logo apos vem aquela maldita pergunta, que eu não queria ouvir, o golpe final: vamos marcar a cesária para quando?  Dia 31 de janeiro?

Nessa hora tenho certeza que meu queixo caiu e fiquei com cara de boba. Eu: não quero normal, esperar ele querer nascer...

Meu marido completou: ela quer também um parto humanizado...

Foi aí que começou um monologo de três: (nessa hora já queria sair correndo dali)

GO: é perigoso, você que já tem cesária anterior pode ter uma ruptura uterina por causa das contrações, nisso o bebe vai  engolir o sangue e pode morrer... 
Eu pensando: (heeeeiiimmmmm?????)
GO: parto humanizado é só coisa de livro, com toda a modernização de hoje pra que mulher sentir dor... 
Eu pensando: (me tirem daqui por favor!!)
GO: Eu já fiz muito parto normal quando atendia pelo SUS, porque amava o que fazia, mas me cansava demais, tomava muito tempo, por isso decidi sair e ficar só no consultório... 
Eu pensando: (tem certeza que amava o que fazia????)

Enquanto falava ia escrevendo algo em uma guia medica;

GO, pra fechar com chave de ouro: e outra corre o risco de passar do tempo, e tem o perigo de nascer doentinho, perder neurônio e ficar com o Q.I, menor, menos ativo (diferente dela, apontando para Anna Laura), porque vocês sabem que o neurônio depois que morre não volta mais...
Eu pensando: (aparece um anjo e me tira daqui)

Eu não tinha o que falar, não tive vontade de argumentar, sei que tinha, mas nada ia adiantar, peguei os papeis que me deu, sem olhar joguei na bolsa. Estava naquela hora cega, surda e muda. Já na saída, ouvi levemente falando para o marido: chegue as seis horas do dia dia 03 de fevereiro, em jejum para se internar...

E acabou!

Quando cheguei em casa fui olhar  o papel que me deu era isso:

Gente dá pra ler o que foi escrito? Eu fiquei em choque quando consegui decifrar! 

Bom mas meu Miguel vai vir na hora certa, quando ele estiver pronto, na hora de Deus, e não na hora que o obstetra fofo quer, só pra facilitar a vida dele.


3 deixe seu comentário!:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário! Volte sempre!